Câncer de próstata tem cura?

Se veio até aqui atrás de informações sobre o câncer de próstata e,  quer saber principalmente, se ele tem cura, então veio ao lugar certo. Confira nesse artigo dados de pesquisas e como prevenir a doença.

 Segundo o INCA ( Instituto Nacional de Câncer), a cada anos surgem no Brasil  68.220 novos casos de câncer de próstata, o que equivale a  66,12 casos novos a cada 100 mil homens.

Considerado câncer da terceira idade, por acometer, na maioria das vezes, homens a partir dos 65 anos. No Brasil, por exemplo, a cada 10 homens diagnosticados com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos.

Porém, nem todos os tumores são iguais e requerem o mesmo tratamento, uns são mais agressivos, se espalhando para outros órgãos, o que pode causar à morte.

Infelizmente, os homens não costumam se cuidar de forma preventiva, só procuram o médico quando os sintomas já estão bem mais severos,  o que tornou urgente a criação do novembro azul, para conscientizar os homens da importância de substituir o remediar pela prevenção.

 Quando o câncer de próstata tem cura

De acordo com pesquisas, 90% dos casos diagnosticados em fase inicial ainda têm chances de cura, mas desde que o diagnóstico e o tratamento ocorram em fase inicial.

É importante que os homens passem a se prevenir, adotando na rotina diária alguns cuidados básicos, independente de sentirem algo ou não, pois o Câncer de próstata é assintomático no início, ou seja, quando os sintomas surgem, geralmente, a doença já está em estágio mais avançado.

O uso preventivo de suplementos naturais que são benéficos para próstata como o Evo Prost, é altamente recomendado para os homens a partir de 50 anos de idade.

Mas, é importante saber que a maioria dos casos tem bom prognóstico, principalmente se descoberto no início, pois alguns tipos de câncer de próstata evoluem de forma rápida, enquanto outros, não.

Tratamentos para câncer de próstata

Quanto ao tratamento, muitas são as opções, vai depender de cada caso e do estágio da doença, exigindo o envolvimento de uma equipe multidisciplinar, formada  por especialistas, como cirurgião, oncologista e radioterapeuta.

E dependendo do estágio, ainda pode envolver enfermeiros, nutricionistas, assistentes sociais e até psicólogos.

No entanto, o importante é que todas as opções de tratamento sejam discutidas e bem esclarecidas com o médico, assim como, seus possíveis efeitos colaterais, para que seja tomada a melhor.

Como prevenir o câncer de Próstata

Sem dúvida, é sempre melhor prevenir do que remediar, então a dica é procurar adotar no dia a dia hábitos saudáveis, que inclui uma dieta pobre em gordura, para evitar o excesso de peso, atividade física regular, evitar ingerir bebidas alcoólicas e, claro, cigarros.

Manter uma boa alimentação aliada a atividades físicas regulares, sem dúvida, é a melhor forma de se prevenir  da doença.

Vale saber que com o passar dos anos, é normal adquirir um ganho de peso, mesmo que lento, só que isso estimula a multiplicação celular e, claro, o risco de ter câncer.

 Sintomas que exigem atenção

  • Vontade de urinar toda hora durante a noite.
  • Sangue na urina ou no líquido seminal.
  • Disfunção erétil.
  • Fluxo urinário fraco ou interrompido.
  • Em casos mais adiantados, dores no quadril, costas, coxas, ombros ou outros ossos, sinal de que a doença pode ter se espalhado.
  • Fraqueza ou dormência nas pernas ou pés.

 Exames para diagnosticar câncer de próstata:

  • Toque retal: o médico introduz o dedo no reto, protegido por uma luva lubrificada, para poder avaliar o tamanho, forma e textura da próstata Esse exame permite detectar algum nódulo.
  • PSA: é um exame de sangue para medir a quantidade de uma proteína produzida pela próstata (antígeno prostático específico). Se a proteína estiver em níveis altos, isso pode significar câncer, porém, pode ser sinal também de outras doenças benignas da próstata
  • Biópsia: é feita para confirmar a doença, sendo retirados pedaços muito pequenos da próstata, que serão analisados em laboratório. Geralmente, é pedida quando é encontrada alguma alteração nos exames acima mencionados.